O Pão

11/05/2014 16:38
 
Este alimento do nobre,
E também do pobre,
Que quando Deus 
Alimentar o seu
Povo a ele deu,
Tanto com Jeová
Que a todos deu o maná,
Como Jesus, que o compartilhou
Antes de subir para a cruz.
E os milagres de alimentação
É sempre a multiplicação do pão.
Um peregrino o carrega, e o traz
Sempre, quando procura a paz.
Pode-se dizer que quem o faz
É das profissões a abençoada que há.
 
O milagre da salvação
Está na transformação
Do próprio pão
Em divindade,
Na eucaristia de verdade.
Alimenta, a todos faz falta,
Por que só houve revolução
Francesa, quando o povo sentiu sua falta.
 
Pouco estou a escrever,
Do muito a dizer, 
Pois é o nobre alimento
Que a todos serve de alento,
Que me inspirou a fazer
Estes versos a contento.
 
 

Contato

Escritor Tito Laraya

São Paulo - SP - Brasil

Apoio

Livros do autor

 

png optimizer
 

 

 

 

Clique na imagem abaixo e acesse Gratuitamente matéria exclusiva com o escritor Tito Laraya

 

 

 

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!