O Grão de Areia

01/08/2014 23:50
 
 
O grão de areia, que adveio do seu olhar, em mim causou estranheza e espanto, justo a quem vivia em seu próprio mundo, e como ele por si só lhe bastasse, trouxe o incômodo de depender de alguém também!
 
No começo trouxe-me insegurança, quis analisar e criticar tudo com fórmulas razoáveis e lógicas, não podia ver que a resposta estava nos sonhos, na sensibilidade, nas aspirações do dia a dia.
 
Foi vivendo este drama interior, e por incrível que pareça o meu diário existencial e lógico em muito melhorou. A minha realidade foi se construindo em outra dimensão, sem nunca perder a noção dos valores, prioridades, dinâmicas sociais, entre outros.
 
E o amanhã foi aparecendo cada vez mais reluzente e promissor, aquele grão de areia, tão cheio de arestas, já estava tomando formas arredondadas de uma pérola. Não mais me causava estranheza ou dor, mas tinha comigo a eterna certeza de que ele estava ali, se fazendo presente, me ajudando a levar o meu quotidiano. Transformando a existência em mais colorida e edificante.
 

Contato

Escritor Tito Laraya

São Paulo - SP - Brasil

Apoio

Livros do autor

 

png optimizer
 

 

 

 

Clique na imagem abaixo e acesse Gratuitamente matéria exclusiva com o escritor Tito Laraya

 

 

 

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Design profissional
  • Criação super fácil

Este site foi criado com Webnode. Crie o seu de graça agora!