O convívio com a violência

25/10/2015 12:36

 

 

O CONVÍVIO COM A VIOLÊNCIA

 

                   Ontem fiquei preocupado com o número de pessoas que sofrem golpes hoje no meu país. O que era um assunto esporádico, e se ouvia falar em livros, ou em salas de aula em faculdades de direito, virou um comum, um corriqueiro na vida de qualquer um. Todos conhecem quem foi vítima, ou sofreu a tentativa de algum tipo de golpe, hoje.

                   A pergunta que se faz, é: Qual a atitude que devemos tomar?

                   Primeiro, tomar mais cuidado, não ser tão crédulo em relação aos outros, é uma atitude primordial. Não se pode com isto parar de acreditar nas pessoas, deixando de ter fé no ser humano, embrutecer-se como indivíduo.

                   A agressão do mundo não é motivo para agredir-se e se tornar uma pessoa cruel, pensar-nos outros como inimigos, e vai daí por diante.

                   Não é uma questão apenas de credulidade, mas apenas uma forma de viver melhor, pois o viver na paranóia de um mundo agressivo que só quer tirar o proveito de cada um, impede de viver uma vida mais saudável, acreditando, com reservas, nos outros, e comungando o ideal de estar vivo com todos.

                   A agressão não serve como uma forma de justificar outra violência, que a maior vítima não é os outros, mas você mesmo.

 

 

 

 

Contato

Escritor Tito Laraya

São Paulo - SP - Brasil

Apoio

Livros do autor

 

png optimizer
 

 

 

 

Clique na imagem abaixo e acesse Gratuitamente matéria exclusiva com o escritor Tito Laraya

 

 

 

 

 

 


Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!